Você está aqui: Página Inicial > Ensino > Cursos de Graduação > Licenciatura em Computação

Licenciatura em Computação

por Comunicação Social publicado 04/03/2016 15h19, última modificação 16/03/2016 10h45

TURNO DE OFERTA: Manhã e noite

MODALIDADE: Presencial

HABILITAÇÃO: Licenciado em Computação

CARGA HORÁRIA: 2.950 horas

DURAÇÃO: 8 semestres

INGRESSO: No 1º Semestre Letivo para manhã e no 2º Semestre Letivo para noite

SISTEMA DE MATRÍCULA: Por disciplina

ESTÁGIO: Obrigatório, realizado nos 4 últimos semestres, com 100 horas cada

COORDENADOR: Dr.ª Luciane Albernaz de Araújo Freitas

APRESENTAÇÃO: O Curso Superior de Licenciatura em Computação é destinado aos professores em exercício das escolas públicas estaduais e municipais sem formação adequada de acordo com a Lei de Diretrizes e Bases (LDB), além daqueles que têm por objetivo a inserção na profissão docente com uma visão tecnológica em computação, com possibilidade de atuação nos ensinos fundamental, médio e na educação profissional (cursos técnicos de nível médio). Com essa formação, o curso de Licenciatura em Computação pode suprir a demanda de educadores capacitados na área de informática para atuarem nas redes de ensino público e privado, bem como para exercerem o papel de instrutores em cursos desenvolvidos por empresas privadas. O curso proporciona ao licenciado trabalho multidisciplinar com professores de outras áreas, os quais integram a computação no aprendizado dos conteúdos das outras ciências. Pretende-se que os estudantes desenvolvam conceitos inerentes à área de informática, conjuntamente a conceitos da área de educação, o que se preconiza. A Licenciatura em Computação proporciona a formação de um profissional capaz de entender e de desenvolver atividades de construção de conhecimentos em nível de ciência e tecnologia da informação.

OBJETIVO: Formar profissionais-professores que possam vir a atuar, enquanto agentes integradores das tecnologias da computação, no processo de ensino-aprendizagem, sendo capazes de compreender o fenômeno educativo na sua diversidade e na sua complexidade, contextualizando-o social e tecnologicamente no seu tempo e no seu espaço.

PERFIL PROFISSIONAL E CAMPO DE ATUAÇÃO: De acordo com o “Currículo de Referência para cursos de Licenciatura em Computação”, proposto pela Sociedade Brasileira da Computação (SBC), a formação profissional docente, de modo a atender aos objetivos dos diferentes níveis e modalidades de ensino e as características de cada fase do educando, terá, como fundamentos, a associação entre teorias e práticas, inclusive mediante a capacitação em serviço e o aproveitamento da formação e experiências anteriores em instituições de ensino e outras atividades (Art.61 da LDB e Orientações aprovadas na Resolução 09/2010 – PROEN - para a construção dos projetos pedagógicos dos cursos de licenciaturas do IFSul).

Desta forma, a Computação ou Informática, entendida como o corpo de conhecimentos a respeito de computadores, sistemas de computação e suas aplicações, engloba aspectos teóricos, experimentais, de modelagem e de projeto. Os cursos desta área têm a computação como área fim (ou de especialidade) ou como área meio (de atuação multidisciplinar). Apresenta como princípio de investigação a resolução de problemas humanos, cada vez mais complexos e inter-relacionados com outras áreas, os quais têm determinados avanços e promove a transformação da sociedade. A técnica produzida pelas ciências transforma a sociedade, mas também, retroativamente, a sociedade tecnologizada transforma a própria ciência. Assim, a ciência é intrínseca, histórica, sociológica e eticamente, complexa. É essa complexidade específica que é preciso reconhecer. A computação, como uma ciência, é, portanto inseparável de seu contexto histórico e social.

Ainda de acordo com as Diretrizes do “Currículo de Referência para cursos de Licenciatura em Computação”, proposta pela SBC, a concepção de cursos de formação profissional docente em computação abrangerá o enfoque de formação especializada e multidisciplinar. Esse requisito é fundamentado no fato de que o campo de atuação do profissional licenciado em informática deverá contemplar a educação básica nas escolas, para as séries finais do ensino fundamental e para o ensino de nível médio, e a educação profissional, para as demandas produtivas do trabalho de formação geral e especializada. Ambos os campos de atuação do licenciado podem ter a computação como o corpo de conhecimento multidisciplinar e/ou especializado.

A formação de professores observará princípios norteadores desse preparo para o exercício profissional específico, que considerem: I – a competência como concepção nuclear na orientação do curso; II – a coerência entre a formação oferecida e a prática esperada do futuro profissional; III - a pesquisa com foco no processo de ensino e aprendizagem (CNE.CP 1/02).

O importante no caso da formação do licenciado em informática é a caracterização do curso como de formação profissional docente em informática, independentemente do campo de atuação profissional. O perfil do profissional licenciado delimitará o escopo de atuação do educador e dependerá da concepção do projeto político pedagógico do curso e da instituição, o qual, em sua abrangência e desenvolvimento, deverá garantir as competências necessárias para a atuação profissional. A formação profissional da licenciatura deverá adquirir identidade própria e integrar a formação pedagógica e a formação específica. Tais pressupostos exigem dos alunos e docentes, durante todo o percurso da formação, uma atitude ativa e reflexiva sobre a prática. Os currículos e os conteúdos apresentados neste projeto de curso estabelecem dinâmicas pedagógicas diferenciadas e próprias daquelas desenvolvidas na praxe dos cursos de bacharelado.

O tratamento das licenciaturas como processo de formação distinta do bacharelado procura evidenciar a identidade própria das licenciaturas, a qual poderá ser consolidada com base nos documentos de Diretrizes de “Currículo de Referência para cursos de Licenciatura em Computação”, proposta pela SBC, em um Projeto Pedagógico específico do curso. O projeto pedagógico do curso deverá garantir a identidade da licenciatura como um processo de formação contínuo desde o início do curso e não apenas em disciplinas, matérias pedagógicas e estágios ao final do curso.

GRADE CURRICULAR

PRIMEIRO SEMESTRE:

1. Introdução à Informática

2. Algoritmos e Lógica de Programação

3. Matemática Discreta

4. Comunicação e Redação

5. Sociologia da Educação

SEGUNDO SEMESTRE:

6. Programação I

7. Inglês Aplicado à Informática

8. Leitura, Interpretação e Produção de Textos

9. Legislação Educacional

10. Fundamentos da Epistemologia

11. Ambientes Virtuais de Aprendizagem

TERCEIRO SEMESTRE:

12. Estrutura de Dados

13. Programação II

14. Arquitetura e Organização de Computadores

15. Didática I

16. Psicologia da Educação

QUARTO SEMESTRE:

17. Banco de Dados

18. Didática II

19. Filosofia da Educação

20. Sistemas Operacionais

21. Software Educativo

QUINTO SEMESTRE:

22. Teorias da Computação

23. Redes de Computadores I

24. Programação Web I

25. Informática na Educação

26. Libras

Estágio Curricular

SEXTO SEMESTRE:

27. Multimídia e Realidade Virtual

28. Redes de Computadores II

29. Interação homem-máquina

30. Metodologia da Pesquisa

31. Gestão Educacional I

Estágio Curricular

SÉTIMO SEMESTRE:

32. Educação a Distância

33. Gestão Educacional II

34. Jogos Educativos

35. Projeto de Pesquisa

Estágio Curricular

OITAVO SEMESTRE:

36. Laboratório de Software Educativo

37. Orientação do Projeto de Graduação

Estágio Curricular

CATÁLOGO DO CURSO

http://portal2.ifsul.edu.br/proen/site/catalogo_curso.php?cod=146


registrado em: , ,