Você está aqui: Página Inicial > Ensino > Cursos Stricto Sensu > Mestrado Profissional em Engenharia e Ciências Ambientais

Mestrado Profissional em Engenharia e Ciências Ambientais

por Comunicação Social publicado 06/02/2017 16h17, última modificação 15/07/2021 12h08

MESTRADO PROFISSIONAL EM ENGENHARIA E CIÊNCIAS AMBIENTAIS

 

 

INÍCIO

O Curso de Mestrado em Engenharia e Ciências Ambientais (MECA) iniciou suas atividades em julho de 2017, com o ingresso da primeira turma de alunos, buscando ofertar a comunidade o primeiro mestrado do IFSul na área tecnológica.

O MECA visa contribuir com o desenvolvimento econômico da região, fomentando por meio da pesquisa e da inovação, a implantação e consolidação de projetos industriais, colaborando com a produtividade empresarial e contribuindo para a geração de renda e melhoria na qualidade de vida na região.

 

PERFIL DO PROFISSIONAL

O Mestre em Engenharia e Ciências Ambientais formado no PPGECA deverá ter capacidade de desenvolver projetos que envolvam engenharia e ciências ambientais, ensino e pesquisa, de forma integrada que tangem a determinação de contaminantes ambientais, problemas ambientais associados a contaminantes, incluindo toxicidade e, possibilitem, com base nestas informações, a interpretação e tomadas de decisões, bem como a aplicação e o desenvolvimento de tecnologias que tragam melhorias a processos de tratamento de resíduos e sua utilização.

 

ÁREAS E LINHAS DE PESQUISA

- Engenharia Sanitária: tem seu foco no controle ambiental, desenvolvendo e aprimorando técnicas e processos no tratamento de águas, efluentes, solos e resíduos em geral, assim como desenvolver biomarcadores ambientais, estudos de toxicidade, bem como determinação e degradação de contaminantes ambientais. Essa área abrange ainda a investigação de áreas contaminadas e técnicas de recuperação de áreas degradadas.

  • Tratamento de efluentes e de resíduos sólidos: essa linha tem como objetivo desenvolver ou otimizar técnicas de tratamento de efluentes e de tratamento de resíduos sólidos, através da aplicação de princípios físicos, químicos e biológicos.
  • Recuperação de áreas degradadas: essa linha de pesquisa tem como objetivo identificar os principais contaminantes de solo decorrentes de ações antrópicas, utilização e desenvolvimento de tecnologias ou metodologias de investigação de áreas contaminadas e desenvolver técnicas de recuperação de áreas degradadas.

- Gestão e Tecnologia Ambiental: compreende o desenvolvimento de técnicas, processos e metodologias em gestão e tecnologia ambiental fundamentada no estudo e proposições de soluções aos problemas ambientais vividos atualmente decorrentes das relações entre o ambiente e as atividades humanas dentro dos princípios do desenvolvimento sustentável. A partir desta proposta, a área busca o desenvolvimento científico e tecnológico nas áreas de tecnologia limpa, sistemas de controle de poluição, monitoramento e recursos naturais.

  • Química e Toxicologia Ambiental: esta linha de pesquisa tem o objetivo de determinar a concentração e a ação no ambiente de contaminantes, utilizando os conhecimentos da química analítica, ecotoxicidade e indicadores de qualidade para estabelecer suas relações com o ambiente, causas e consequências.
  • Gestão e Tecnologia Ambiental: o objetivo desta linha de pesquisa é desenvolver ou otimizar tecnologias visando a redução na geração de resíduos e efluentes, na valorização de resíduos, na redução da toxicidade de resíduos e efluentes e na recuperação de ambientes degradados.

 

 CORPO DOCENTE

Docente

Currículo Lattes

Contato

Bernardo dos Santos Vaz

http://lattes.cnpq.br/8068730182241990

bersvaz@gmail.com

Camila Ottonelli Calgaro

http://lattes.cnpq.br/7821989057206228 

ottonelli.camila@gmail.com 

Daniel Ricardo Arsand

http://lattes.cnpq.br/2243464346389170

danielarsand@pelotas.ifsul.edu.br

Diego Gil de Los Santos

http://lattes.cnpq.br/3779449453078046

diegogil@pelotas.ifsul.edu.br

Giani Mariza Britzuis Barwald

http://lattes.cnpq.br/0429818788026737

bohmgiani@gmail.com

Jander Luis Fernandes Monks

http://lattes.cnpq.br/7155745446456735

Jandermonks@pelotas.ifsul.edu.br

Juliano Alex Roehrs

http://lattes.cnpq.br/8258052075073091

julianoroehrs@ifsul.edu.br

Kátia Regina Lemos Castagno

http://lattes.cnpq.br/7177057188621855

katiarlc@pelotas.ifsul.edu.br

Marcelo Peske Hartwig

http://lattes.cnpq.br/5440308443047200

marceloph@pelotas.ifsul.edu.br

Michel David Gerber

http://lattes.cnpq.br/6666598600875774

mdavidgerber@gmail.com

Pedro José Sanches Filho

http://lattes.cnpq.br/9785390634457316

pjsans@ibest.com.br

Ricardo Peraça Toralles

http://lattes.cnpq.br/9638201620937404

toralles@pelotas.ifsul.edu.br

Ricardo Lemos Sainz

http://lattes.cnpq.br/6460728200985124

ricardosainz@pelotas.ifsul.edu.br

 

COLABORADORES

Docente Currículo Lattes Contato
Charles Soares Huber http://lattes.cnpq.br/9439672740058859 charleshuber@pelotas.ifsul.edu.br

 

DOCENTES/ÁREAS E LINHAS DE PESQUISA

Área: Gestão e Tecnologia Ambiental

LINHA 1: Química e Toxicologia Ambiental

Bernardo dos Santos Vaz

Juliano Alex Roehrs

Giani Mariza Britzuis Barwald

Jander Luis Fernandes Monks

Pedro José Sanches Filho

LINHA 2: Gestão e Tecnologia Ambiental

Daniel Ricardo Arsand

Diego Gil de Los Santos

Giani Mariza Britzuis Barwald

Kátia Regina Lemos Castagno

Marcelo Peske Hartwig

Michel David Gerber

Pedro José Sanches Filho

Ricardo Lemos Sainz

Ricardo Peraça Toralles

Área: Engenharia Sanitária

LINHA 1: Tratamento de Efluentes e de Resíduos Sólidos

Daniel Ricardo Arsand

Diego Gil de Los Santos

Kátia Regina Lemos Castagno

Michel David Gerber

Camila Ottonelli Calgaro

LINHA 2: Recuperação de Áreas Degradas

Marcelo Peske Hartwig

 

MATRIZ DE DISCIPLINAS E EMENTAS

Disciplinas Obrigatórias

Nome

Créditos

Ementa

Ciências Ambientais I

2

Introdução à Química Ambiental, Conceitos de Poluição e Principais Problemas Ambientais Compartimentos ambientais e Ciclos Biogeoquímicos. Discussão da Química da Atmosfera e. Grupos de substâncias de importância ambiental.

Ciências Ambientais II

2

Conceitos e principais problemas envolvendo a Química das águas (hidrosfera) e química do Solo e grupos de substâncias de importância ambiental.

Engenharia Ambiental I

2

Compreensão dos principais conceitos ambientais relacionados a Engenharia Ambiental. Identificação dos principais contaminantes e dos processos de recuperação de áreas degradadas. Gestão de resíduos, áreas contaminadas e recursos hídricos superficiais. Princípios do tratamento de efluentes, de resíduos e de emissões. Compreensão dos princípios de gestão ambiental e de suas ferramentas.

Engenharia Ambiental II

2

Compreensão dos principais conceitos ambientais relacionados a Engenharia Ambiental. Identificação dos principais contaminantes e dos processos de recuperação de áreas degradadas. Gestão de resíduos, áreas contaminadas e recursos hídricos superficiais. Princípios do tratamento de efluentes, de resíduos e de emissões. Compreensão dos princípios de gestão ambiental e de suas ferramentas.

Metodologia do Trabalho Científico e Tecnológico

2

Introdução de conceitos sobre conhecimento científico, método científico e projetos de pesquisa. Ferramentas tecnológicas aplicadas à metodologia científica e tecnológica. Técnicas de estudo. Texto científico e suas partes. Artigo, patente, desenho industrial, software. Leitura e interpretação de textos científicos e tecnológicos.

Legislação Ambiental

1

Compreensão dos principais aspectos do Direito Ambiental e da análise das formas de proteção do meio ambiente na Constituição Federal de 1988. Discussão dos Princípios Fundamentais do Direito Ambiental, da Política Nacional do Meio Ambiente, do Licenciamento Ambiental, da Política Nacional de Resíduos Sólidos, Crimes Ambientais e da Responsabilidade Ambiental.

Seminários

1

Estruturação, construção do referencial bibliográfico e apresentação oral dos projetos propostos para a construção da monografia a ser apresentada como pré-requisito de conclusão do curso.

Projetos Extensionistas

1

Elaboração de projetos de extensão relacionados a temática do PPG. Conceitos da extensão universitária. Tipos de atividades extensionistas: projetos, programas, cursos, trabalho voluntário, cursos de formação continuada, prestação de serviços etc. Análise de editais de chamadas extensionistas. Redação de projetos baseados em editais de chamadas extensionistas já publicados

Ações Extensionistas

1

Orientações gerais e documentações pertinentes para a execução dos projetos de extensão elaborados na disciplina de Projetos de Extensão. Supervisão e acompanhamento das ações extensionistas. Confecção do relatório de ação extensionista e análise dos resultados obtidos, em relação à questão técnica e aos impactos à comunidade.

Disciplinas Eletivas

Nome

Créditos

Ementa

Ecologia Geral

1

Definição de conceitos básicos de Ecologia e de disciplinas afins. Caracterização e análise de sistemas e fatores ecológicos. Reflexão sobre os aspectos determinantes para a manutenção da biodiversidade nos ecossistemas. Entendimento sobre os diferentes ecossistemas e seu funcionamento. Busca de compreensão de aspectos da biologia dos organismos quanto ao habitat e sua participação na transformação e transferência de matéria e energia nos ecossistemas, considerando as interações ecológicas que ocorrem entre os organismos. Reflexão sobre aspectos de importância dos conhecimentos ecológicos para a manutenção da qualidade ambiental.

Planejamento Experimental

3

Introdução dos princípios básicos da experimentação. Estudo dos princípios do planejamento fatorial completos e reduzidos. Modelagem e avaliação estatística. ANOVA. Otimização pelos métodos da superfície de resposta (MSR).

Princípios da Bioquímica Ambiental

2

Estudo das propriedades moleculares que definem a vida e sua relação com processos microbiológicos, toxicológicos, mutagênicos, poluentes e fotossíntese. Avaliação das principais rotas metabólicas e de sua espontaneidade.

Métodos Clássicos de Análise

1

Introdução aos métodos analíticos. Expressão química e numérica de resultados analíticos e o seu tratamento estatístico. Conceituação e desenvolvimento dos principais métodos clássicos de análise química.

Métodos para preparo de amostras ambientais

1

Conceituação sobre métodos de preparo de amostras Etapas de uma análise química. Fundamentação sobre preparo de amostras para análise elementar.. Decomposição por combustão: sistemas abertos, sistemas fechados e sistemas dinâmicos. Técnicas para determinação de compostos orgânicos: extração líquido-líquido, Soxhlet, ultrassom, microondas, agitação mecânica. extração em fase sólida, microextração em fase sólida, microextração em fase líquida, extração com fluido supercrítico, extração acelerada por solvente, extração sortiva em barra de agitação.

Bioindicadores de Toxicologia Aquática

1

Discussão sobre bioindicadores de toxicologia aquática e os ecossistemas aquáticos, prospecção e uso bioindicadores. Contextualização do uso de bioindicadores em programas de gerenciamento ambiental.

Tópicos em determinações qualitativas e quantitativas por GCMS

1

Apresentação de definições, classificação e fundamentos da espectrometria de massas e seu uso como detecção em cromatografia gasosa; aplicações para análises qualitativas e quantitativas tanto em modo SCAN como SIM.

Determinações Práticas por HPLC

1

Determinações práticas de cromatografia líquida de alta eficiência. Equipamento, detectores, consumíveis. Métodos e análises, interpretação de dados

Tópicos em Cromatografia

1

Definições Classificação e Fundamentos da Cromatografia. Fundamentação teórica, estudos dos sistemas cromatográficos, fases móveis colunas e detectores utilizados em cromatografia líquida e Gasosa, aplicações ambientais com desenvolvimento de métodos analíticos qualitativos e quantitativos.

Métodos Espectroscópicos

1

Discussão dos fundamentos, equipamentos e aplicações de métodos e espectrofotométricos, bem como suas articulações com as outras disciplinas da matriz curricular e com enfoque na aplicação para controle de processo e amostras ambientais.

Tratamento de Efluentes

3

Compreensão dos principais sistemas de tratamento de efluentes industriais. Identificação dos requisitos legais pertinentes ao tema e dos principais parâmetros de monitoramento. Fornecer subsídios para compreensão dos princípios de remoção de contaminantes e dos principais equipamentos e sistemas utilizados no tratamento de efluentes.

Hidrologia Ambiental

1

Aspectos físicos da circulação da água em uma bacia hidrográfica; física dos solos; processos físicos do ciclo hidrológico, evaporação, transpiração, exemplos de aplicação

Microbiologia Ambiental

2

Compreensão de conceitos básicos de microbiologia e das características gerais dos principais grupos de microrganismos de ocorrência no meio ambiente (solo, ar e água). Detalhamento de informações a respeito dos grupos microbianos e suas relações ecológicas nos ecossistemas terrestres e aquáticos, com ênfase do papel dos microrganismos na ciclagem de nutrientes. Processamento de conhecimentos básicos sobre as interações dos microrganismos e ambiente visando o conhecimento, controle e prevenção dos processos de poluição do solo, água e atmosfera.  Análise de aspectos microbiológicos da biodegradação, incluindo transformações de poluentes orgânicos e inorgânicos. Caracterização de micro-organismos como indicadores ambientais.

Tratamento Eletroquímico

1

Apresentação e discussão de conceitos e tecnologias eletroquímicas aplicadas no tratamento de efluentes e remediação de solos, associados ou não por outras tecnologias, como membranas e luz.

Tratamento e Destinação Final de Resíduos Sólidos

2

Compreensão dos princípios norteadores da destinação final de resíduos sólidos domésticos e industriais. Identificação dos requisitos legais pertinentes a destinação de resíduos. Descrição dos principais sistemas de tratamento e de disposição final de resíduos. Compreensão dos critérios de dimensionamento de aterros e aplicação ao solo para fins agrícolas.

Geoprocessamento e Modelagem

1

Utilização Softwares, Estudo de imagens de satélite, classificações, banco de dados. Instrumentos de Geoprocessamento e Modelagem.

Operações Unitárias de Sistemas Particulados

1

Introdução as operações unitárias. Estudo das propriedades dos sólidos particulados e de operações unitárias com sólidos particulados envolvidas em sistemas de tratamento de efluentes

Docência Orientada

1

Desenvolvimento, juntamente com estudantes de pós-graduação, da experiência docente a fim de qualificar egressos do curso que tenham interesse na docência; apresentação de disciplinas de graduação ministrada juntamente com estudantes do Programa de Pós-graduação em Engenharia e Ciências Ambientais sob a supervisão do professor responsável pela disciplina pertencente ao quadro de docentes do programa. O conteúdo a ser desenvolvido e a bibliografia a ser seguida são as da ementa já aprovada da disciplina a ser ministrada.

 

REGIME DE FUNCIONAMENTO

O Curso será ofertado no turno da noite, em 4 períodos anuais, sendo cada um de 10 semanas, com 120 horas.

O estudante deverá cursar 24 créditos (360 horas), sendo 14 créditos de disciplinas obrigatórias e 10 créditos de disciplinas eletivas, no mínimo.

 

PROCESSO DE INGRESSO

O ingresso de alunos no MECA será anual, sendo o número de vagas estabelecidas pelo colegiado a partir da análise do planejamento de oferta de vagas.

O processo seletivo será realizado conforme edital específico, e de acordo com as normas por ele estabelecidas.

 

COOPERAÇÕES E PARCERIAS

O MECA mantém cooperação com diversos grupos de pesquisa nacionais e internacionais, bem como com empresas privadas, sendo destacados as seguintes cooperações:

Grupos de pesquisa:

• Universidade Federal de Rio Grande/FURG – Química Tecnológica Ambiental;

• Universidade Federal de Santa Maria/UFSM - Química (Laboratório de Tratamento de Resíduos - LATER);

• Universidade Federal de Pelotas/UFPel - Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentos;

Universidade Tiradentes (UNIT) Programa de Pós Graduação em Biotecnologia Industrial.

Parceria com empresas: 

• ECOCELL - Parceria no desenvolvimento de processos de tratamento de efluentes;

• Serviço Autônomo de Saneamento de Pelotas (SANEP);

• BIOQUIM projeto aprovado junto ao SENAI- Caroço do pêssego e seus produtos.

 

INFRAESTRUTURA

O curso de mestrado conta com infraestrutura administrativa exclusiva, dispondo de uma sala para coordenação e uma sala de reuniões.

Os laboratórios para pesquisa no curso de mestrado são compartilhados com os cursos de Engenharia Química, Gestão Ambiental, Saneamento Ambiental e Curso Técnico em Química, do câmpus Pelotas. São eles:

  • Laboratórios de ensino de: química analítica (1), análise instrumental (2), química orgânica (1), físico-química (1), bioquímica (1), microbiologia (1), processos químicos (1), hidráulica ambiental (1), solos e resíduos sólidos orgânicos (1).
  • Laboratório de pesquisa em: análise química (1), águas, resíduos efluentes (1), contaminantes ambientais (1), gases atmosféricos (1), bioquímica (1), combustíveis (1), eletroquímica (1), processos biotecnológicos (1).

A biblioteca do câmpus Pelotas do IFSul está situada em uma área de 600 m2; disponibiliza espaços para o estado individual e coletivo; oferece levantamento bibliográfico, COMUT (Programa de Comutação Bibliográfica), orientação e normalização de trabalhos técnico científicos e confecção de fichas catalográficas. Além de acesso ao acervo físico, os alunos dispõem de acesso ao acervo digital da Biblioteca Virtual 3.0 Universitária e ao Portal de Periódicos, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

 

INFORMAÇÕES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES

- Alunos Ativos

- Calendário

- Documentos

- Dissertações

- Egressos

- Formulários

- Modelo de Qualificação e TCC

- Projetos de Pesquisa

 

CONTATO

ppgeca@pelotas.ifsul.edu.br

 

REDES SOCIAIS

Facebook

YouTube

 

CATÁLOGO DE CURSOS: http://intranet.ifsul.edu.br/catalogo/curso/228